Me comparo aos passarinhos;

Os pássaros são livres.
Minha alma também.
Anseio liberdade, beleza e amor
De ir, vir e sentir.
Paixão, ar, calor.

-Preciso voar.
Sentir o vento nos cabelos.

Voo mas  com os pés no chão.

-Quero abraço.
Mas quero espaço.

Mulher passarinho

-eu voo para onde tem espaço,não ultrapasso o meu espaço
pois sei que existem pássaros que
devoram passarinhos pequeninos

Pequenina e voraz.

Uma leveza que conduz.

-O vento me guia

-A fragilidade me faz, uma mulher que reluz!

Precisa de arte.
Precisa que invada.
Que o coração dispare.
Que a saudade mate.
Precisa que seja intenso.

Não a prenda.
Traga flores para que venha.
Poderá até permanecer mais tempo 
como um beija-flor

-Beijarei 

Ela não é para qualquer um.
Ela é da natureza.
Ela é dela.

Tranque-a e ela morre.
Sopre-a no vento…
Que ela vai.
Mas espere.
Pois ela volta.
Volta sem demora
Pois gosta da saudade

-Voo por perto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: