Nietzche disse:

NOSSOS JULGAMENTOS dizem mais sobre nós mesmos do que sobre aqueles que julgamos. Cada opinião é uma gota no vasto oceano do caos e por isso podemos dizer que o homem mais sábio é aquele capaz de passar pelo mundo sem emitir qualquer juízo. 

O diretor de cinema japonês Akira Kurosawa lançou, em 1950, a obra-prima Rashomon, sobre o caráter volúvel e caprichoso das opiniões, que demonstra que cada um só enxerga o que quer.

O filme trata do estupro de uma mulher e do aparente assassinato de seu marido. Cada uma das testemunhas do crime – que incluem o bandido e o marido morto, representado por um médium– oferece uma versão completamente diferente dos fatos. A conclusão é que não podemos conhecer a verdade.

Da mesma forma que as testemunhas contam a verdade que mais lhes convém, nossa opinião sempre nos denuncia. Ao partilhar um ponto de vista sobre qualquer assunto, revelamos nossas motivações e nossos desejos mais íntimos.

Do Livro Nietzsche para Estressados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: