Notas sobre política

Na minha casa, aprendi desde cedo que é preciso confiar nas pessoas. Mas, sempre com critério. Com análise. Com inteligência. Aprendi que não basta ter uma grande inteligência, é preciso que ela vá além e seja emocional.

Aprendi desde cedo, que devemos jogar o jogo, mas jogar bem feito, jogar com a alma, planejar, ter estrategia.

Aprendi um monte de coisa. Muitas precisam ser revisadas minuto a minuto desta vida, porque é dureza fazer certo.

Na minha minha família todos têm o mesmo direito.

Chega na frente quem corre mais. Vence quem merece. Mas a oportunidade, todos tiveram. E os quem estão vindo agora, também têm.

Na minha opinião, se algo é bom, tem que ser pra todo mundo.

Não gosto de quem se acha melhor. Gosto muito menos de quem conta vantagem. Odeio quando marginalizam pessoas, por credo, raça, cor, sexo, preferência política, por nada.

Nem todo mundo desta casa grande que é toda a minha família, captou a lição, uns foram pra cá, outros foram pra lá, mas quem ficou do lado de cá, aprendeu que respeito é uma palavra chave, indispensável.

Aprendi que temos direito a uma posição, e podemos defendê-la, mesmo sob risco de marginalização.

Minha mãe me ensinou sobre coragem e sobre valentia. Sobre homens e mulheres serem filhos de Deus, sem superioridade. E que às mulheres cabe um extra de carinho, respeito e consideração. Me ensinou que tenho que ser elegante, que saber me comportar, ter carinho com as pessoas, e saber falar as coisas, saber ouvir, e ser capaz de ouvir opiniões contrárias sem me ofender e nem ofender ningúem. Não perder as minhas convicções e a ternura ‘jamás’.

Na minha casa sempre tivemos um posicionamento político. Falar sobre os caminhos políticos de nossa cidade, estado, país, sobre o mundo, sempre foi uma prática. Minha mãe me ensinou história desde o descobrimento do Brasil. Tive o privilégio de estudar, de aprender, de saber por a cachola pra funcionar e pensar por ela mesma, por respeito e consideração a tudo que me foi transmitido desde o dia que nasci é que venho até este espaço onde coloco minhas opiniões mais variadas, declaro delicadamente que voto na Presidenta Dilma com coração leve e a cabeça tranquila.

Ela me faz lembrar minha casa.

Ela me faz lembrar família. Luta diária. Olhos atentos. Coração valente e amor por toda gente, seja lá quem for, com ela eu aprendo que para ser uma grande mulher há que se ter muito mais do que os predicativos básicos, á que ter uma enorme capacidade de gerar amor e amor é o que eu deixo nestas linhas, amor para os que comungam destes pensamentos, e sobretudo amor aos que discordam dele, porque caros amigos, tudo que a gente quer é um país melhor, mais direitos e alegrias para todos. A sua convicção pode ser diferente da minha, mas no final, o que a gente quer é que a felicidade seja geral.

Boa Sorte, para todos. Por um país sem exceção.!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: